Perguntas frequentes

Para usar o Portal de Assinaturas são necessários alguns pré-requisitos específicos para cada sistema operacional.

a) Atualização dos Drivers

Para instalar os drives necessário:

https://www.certisign.com.br/atendimento-suporte/downloads

Escolha o sistema operacional.
Escolha o modelo adquirido do token ou leitora.
Baixe e instale.
Abra novamente o browser e tente novamente o acesso.

b) Navegador

O Portal é compatível com os navegadores principais como Internet Explorer, Mozilla Firefox e Google Chrome. Mozilla Firefox: é utilizado um Applet em Java para reconhecer e buscar seu certificado. O Java tem que estar na versão 8u92 ou inferior. https://www.java.com

Internet Explorer e Google Chrome: é utilizado um Plugin para reconhecer e buscar seu certificado: https://get.websignerplugin.com

Para acessar o Portal de Assinaturas no sistema iOS, há os seguintes procedimentos.

A instalação do SAC 8.2 SP1 tem os seguintes pré-requisitos:

  • Estar logado como usuário administrador no sistema operacional.
  • Não possuir nenhuma outra versão do Safenet Authentication Client instalada,caso contrário, a instalação falhará. Caso tenha dúvidas sobre como remover ou não saiba se possui versões antigas instaladas, entre em contato com o SAC da Certisign.
  • Não deixar nenhum token criptográfico conectado às portas USB durante ainstalação.

Ambientes homologados:

  • MAC OS 10.6.7
  • MAC OS 10.7.x
  • MAC OS 10.8

Navegadores Homologados

  • Mozilla Firefox 16 (ou superior)

Tokens Homologados

  • eToken PRO (Aladdin 72K JAVA)
  • eToken PRO (Aladdin 64K)
  • eToken PRO (Aladdin 32K 4.2B)
  • Ikey2032
  • Ikey4000

Instalação
Para instalar o SAFENET basta baixar pelo link http://www.downloadcertisign.com.br/site/midias/tokens/safenet/Macintosh/sac8.2mac.zip descompactar e fazer a instalação.

Se o navegador for Internet Explorer
Clique em Ferramentas na barra de menus do Internet Explorer (caso ela não esteja visível, aperta a tecla Alt);
Clique em Opções da Internet;
Clique na guia Geral;
Clique no botão Excluir na seção Histórico de Navegação;
Selecione todas as opções e clique em excluir.

Se o navegador for Firefox
Clique em Editar na barra de menus do Firefox;
Clique em Preferências no menu Editar;
Expanda o menu Avançado clicando no sinal de adição;
Clique em Cache;
Clique no botão Limpar cache;

Se o navegador for Chrome
Clique no ícone com três linhas na barra de ferramentas do navegador, no canto superior direito;
Selecione Histórico;
Clique em Limpar dados de navegação;
Na caixa de diálogo exibida, marque as caixas de seleção dos tipos de informações que deseja remover;
Use o menu na parte superior para selecionar a quantidade de dados que deseja excluir. Selecione o início do tempo para excluir tudo;
Clique em Limpar dados de navegação;

 Limpeza do cache do Java 
Acesse o console do Java no painel de controle do Windows;
Clique no botão Deletar Arquivos;
Marque as 3 opções e clique em ok.

Se o seu token foi adquirido na Certisign, recomendamos o contato com o nosso suporte técnico através do nosso Serviço de Atendimento ao Cliente. 

Email: 
sac@certisign.com.br 

Atendimento Online: 
https://gestao.certisign.com.br/chat/sac
11 3478-4444

O Portal de Assinaturas Certisign é uma plataforma de serviços em nuvem, onde é possível fazer o upload do documento, criar o fluxo de assinaturas, assinar com validade jurídica e transmitir o documento.
Benefícios:
- Economia de tempo e dinheiro;
- Mobilidade
- Segurança Certisign
- Assinaturas com validade jurídica.

Para a verificação dos créditos disponibilizados, ao efetuar o acesso ao Portal clique no botão "$" no canto superior da página para acessar os créditos.

O documento unilateral é o tipo de documento que utiliza o padrão de assinaturas CAdES e permite incluir apenas um signatário.

Podemos utilizá-lo em procurações eletrônicas, termos de responsabilidade técnica (arquitetos e engenheiros), laudos médicos, prescrições, etc.

Características do Unilateral:

  • Armazenamento por até 12 meses
  • 1 assinatura
  • Arquivos com até 5 MB
  • Até 1 anexos(s)

O documento multilateral é o tipo de documento utiliza o padrão de assinaturas CAdES e permite incluir vários signatários. Esse documento é para fluxos maiores.

Podemos utilizá-la em um documento de compra e venda, acordos comerciais entre várias partes, atas de reunião, laudos médicos que envolvam vários especialistas, etc.

Características do Multilateral:

  • Armazenamento por até 12 meses
  • Até 10 assinatura(s)
  • Arquivos com até 10 MB
  • Até 1 anexos(s)

O documento unilateral sem protocolo é o tipo de documento que utiliza o padrão de assinaturas PAdES e permite incluir apenas um signatário.

Podemos utilizá-lo em procurações eletrônicas, termos de responsabilidade técnica (arquitetos e engenheiros), laudos médicos, prescrições, etc.

Características do Unilateral PAdES:

  • 1 assinatura
  • Arquivos com até 5 MB
  • Até 1 anexos(s)
  • Arquivos PDF

O documento multilateral sem protocolo é o tipo de documento que utiliza o padrão de assinaturas PAdES e permite incluir vários signatários. Esse documento é para fluxos maiores.

Podemos utilizá-la em um documento de compra e venda, acordos comerciais entre várias partes, atas de reunião, laudos médicos que envolvam vários especialistas, etc.

Características do Multilateral PAdES:

  • Até 10 assinatura(s)
  • Arquivos com até 10 MB
  • Até 1 anexos(s)
  • Arquivos PDF

O termo com ou sem protocolo está relacionado com o padrão de assinatura utilizado. Nos documentos com protocolo o padrão utilizado é o CAdES , já nos sem protocolo o padrão é o PAdES.

Manifesto é um documento cópia do original, mas com marcações que indicam quem assinou o documento e onde é possível resgatá-lo, através de código de barras, QRCode e link, o documento original e suas assinaturas. Caso esse documento seja impresso é simples e fácil de resgatar seu original e validar suas assinaturas no Portal de Assinaturas.

Como esse documento Manifesto é um documento no formato PDF, nem sempre conseguimos fazer uma cópia automática do conteúdo original, por isso, em casos como arquivos de imagens ou vídeos, o documento manifesto pode conter apenas uma página, contendo apenas as informações de rastreabilidade do documento original e quem o assinou.

A extensão PDF é obrigatória apenas para documentos do tipo "Unilateral sem protocolo" e "Multilateral sem protocolo".

O Portal de Assinaturas Certisign permite você utilizar qualquer extensão, mas quanto a representação tem limitação. Dependendo do tipo de documento escolhido para assinar você terá uma visualização da assinatura diferente.

Nos tipos de documentos Sem Protocolo, por usar o padrão PAdES, será possível ver a representação visual da assinatura dentro do próprio documento assinado. Nos demais tipos de documentos você verá um documento, chamado de manifesto ou protocolo, que é uma cópia do documento original, mas com informações de rastreabilidade da assinatura realizada.

Qualquer tipo de arquivos podem ser assinados no Portal de Assinaturas Certisign.

Os mais comuns são pdf, docx, doc, zip, entre outros.

No Portal de Assinaturas Certisign utilizamos o sistema de submissão de documentos, ou seja independente da quantidade de páginas.

Exemplo: Caso submeta um documento com 10 folhas para assinatura é considerado o documento, não a quantidade de páginas.

O fluxo de assinaturas no Portal de Assinaturas Certisign é o processo de coleta de assinaturas, cujo fluxo é composto pelos participantes que necessitam tomar alguma ação em relação a um documento específico.

Para cada participante de um fluxo de assinaturas é possível definir o título dessa pessoa no documento e o que esse participante deve fazer. Um fluxo ainda pode ou não ter uma ordem de ação de cada assinante. Por fim, ainda é possível determinar quem deve receber o documento assinado ao final do fluxo.

Títulos em um fluxo de assinaturas:

  • Assinante: é o participante que acorda com o conteúdo do documento.
  • Testemunha: é o participante que comprova que o conteúdo do documento foi acordado pelos assinantes.

Ações possíveis para um participante de um fluxo de assinaturas:

  • Assinar: gerar uma assinatura digital. Requer certificado digital.
  • Assinar eletronicamente: gerar uma assinatura eletrônica. Não requer um certificado digital.
  • Observar: acompanhar o andamento do fluxo. Não interfere no fluxo de assinaturas.
  • Autorizar: autoriza a continuação do fluxo. Não interfere no fluxo de assinaturas.
  • Aprovar: aprova ou não um fluxo de assinaturas. Caso desaprove o fluxo é reiniciado.

O Portal de Assinaturas Certisign envia notificações por e-mail, para cada integrante do fluxo criado, informando a disponibilidade do documento para visualização e assinatura.

O usuário também pode se autenticar no Portal de Assinaturas Certisign e consultar os documentos que dependem de sua assinatura.

Sim, no Portal de Assinaturas Certisign você pode fazer upload de vários documentos de uma vez só e assinar todos com um único clique.

O verificador de assinaturas Certisign é capaz de validar assinaturas CAdES e PAdES.

Para verificar assinaturas CAdES você pode enviar o arquivo p7s, que acompanha o documento assinado, ou zip que contenha o p7s e o documento original dentro.

Para verificar assinaturas PAdES basta você enviar o próprio pdf assinado.

Sim, o verificador de assinaturas Certisign possui uma funcionalidade que permite o envio de várias assinaturas de uma só vez.

As assinaturas digitais no padrão CAdES podem ser attached ou detached, ou seja, podem ter o conteúdo assinado interno à sua estrutura ou externo.

Se o verificador não pediu para que você enviasse o documento original junto com a assinatura (p7s), então sua assinatura é do tipo attached e o verificador reconheceu o conteúdo automaticamente. Para esse tipo de assinatura, ao final da verificação, o verificador disponibiliza para download o documento original, assim você pode conferir o que foi assinado.

As assinaturas digitais no padrão CAdES podem ser attached ou detached, ou seja, podem ter o conteúdo assinado interno à sua estrutura ou externo. Se o verificador pediu para que você enviasse o documento original junto com a assinatura (p7s), então sua assinatura é do tipo detached e o verificador não tem como saber o que foi assinado sem que você envie o documento original. O verificador solicita o documento original para garantir que ele não sofreu nenhuma alteração após a realização da assinatura.

Sim. Preferencialmente o verificador de assinaturas Certisign aceita o zip gerado pelo Portal de Assinaturas Certisign, mas ele também é capaz de reconhecer assinaturas dentro de um zip, desde que esse zip não contenha subpastas e nem mais de 3 arquivos internamente.

Assinatura digital é uma assinatura eletrônica que usa um certificado digital para identificar o signatário. Conferindo às assinaturas digitais as seguintes características:

  • Autenticidade: uma assinatura digital é inequivocamente ligada ao certificado digital do signatário.
  • Integridade: cada assinatura digital é vinculada a um documento eletrônico, dessa forma qualquer alteração sofrida pelo documento eletrônico será perceptível pela assinatura digital.
  • Não-repúdio: uma assinatura digital feita enquanto o certificado digital do signatário for válido não pode ter sua autoria negada pelo signatário.

No Portal de Assinaturas Certisign você assina seus documentos com certificados digitais ICP-Brasil.

Não, a digitalização de uma assinatura manuscrita é uma mera imagem e poderia ser facilmente copiada para outros documentos, portanto não tem nenhuma validade jurídica como meio de comprovação de autoria de um documento.

Já a assinatura digital é resultado de uma operação matemática e não pode ser transferida. Cada assinatura digital é única e exclusiva para aquele documento assinado.

O não repudio fornece provas de que um usuário realizou uma determinada ação, seu autor não poderá, por forças tecnológicas e legais, negar que seja o responsável por seu conteúdo.

A tecnologia da Assinatura Digital da ICP-Brasil prevê essa capacidade.

A assinatura digital não torna o documento eletrônico sigiloso, pois ele em si não é criptografado. O sigilo do documento eletrônico poderá ser resguardado mediante a cifragem da mensagem com a chave pública do destinatário, pois somente com o emprego de sua chave privada o documento poderá ser decifrado. Já a integridade e a comprovação da autoria são características primeiras do uso da certificação digital para assinar.

PDF Advanced Electronic Signature (PAdES) é um padrão internacional de assinatura digital exclusivo para arquivos PDF. Esse padrão é um dos padrões de assinaturas digitais aceitos pela ICP-Brasil

PAdES - Arquivos no formato PDF, sem protocolo

O padrão PAdES é recomendado para assinatura de documentos no formato PDF.

Um dos principais diferenciais do PAdES é a representação visual da assinatura no próprio documento, permitindo o uso de imagens e outras informações do assinante - assemelhando-se à uma assinatura manual, colaborando com a sua aceitação.

CMS Advanced Electronic Signature (CAdES) é o padrão internacional mais difundido de todos. Esse padrão faz parte dos padrões de assinaturas digitais aceitos pela ICP-Brasil.

Uma das características de sua grande aceitação é a capacidade de assinar qualquer tipo de arquivo digital. No entanto, esse padrão de assinatura produz um arquivo p7s, que não é de fácil visualização, por isso o Portal de Assinaturas produz um arquivo de manifesto dos documentos assinados por esse padrão.

O manifesto de um documento assinado é um documento de rastreabilidade das assinaturas realizadas e do documento original. Esse manifesto contém códigos de verificação, código de barra e QRCode para que, mesmo impresso, você consiga acessar o documento original assinado.

Qualquer tipo de arquivo ou, caso seu arquivo precise de privacidade, apenas o hash do arquivo através de assinaturas digitais no padrão CAdES, conforme as normas da ICP-Brasil;

Documentos em formato PDF através de assinaturas digitais no padrão PAdES, conforme as normas da ICP-Brasil;

Como a assinatura digital é calculada a partir do documento assinado, se o documento sofrer qualquer modificação, por menor que seja, será detectada pelo computador. Assim, o documento e a assinatura digital perderão o vínculo. Ou seja: o documento eletrônico perderá o valor probatório.

A decisão de descartar o documento físico sempre dependerá de avaliação de regulamento específico, características do documento e gestão de riscos antes do efetivo descarte, pois caso o documento possua algum tipo de identificação mecânica ou gráfica de alguém esse documento não deverá ser descartado, pois o mesmo pode ser requisitado em seu formato de origem como por exemplo a apresentação de um contrato assinado na forma manuscrita, o qual poderá ser objeto de perícia judicial.

Há situações em que órgãos ou entidades definem regras específicas para o descarte ou não de documentos após digitalizados e assinados digitalmente.

Conforme MP n° 2.200-2, os documentos eletrônicos assinados digitalmente com o uso de certificados emitidos no âmbito da ICP-Brasil têm a mesma validade jurídica que os documentos em papel com assinaturas manuscritas.

É equivalente a uma assinatura física reconhecida por similaridade em cartório.

É possível utilizar-se da assinatura digital e assinatura de próprio punho no mesmo documento, é o que chamamos de assinatura hibrida.

Nesse processo é recomendado um gerenciamento de risco para se precaver de problemas futuros efetuando a guarda do documento físico.

No caso onde o cliente irá propor um contrato assinado de próprio punho, esse mesmo documento deve ser mantido a guarda e a cópia do mesmo assinado digitalmente.

Não, cada pessoa pode ter o seu próprio Certificado Digital e com ele produzir assinaturas digitais. A assinatura digital é o objeto resultante do ato de assinar um documento utilizando um certificado digital. Esse objeto resultante é um conjunto de bytes produzidos pela operação matemática que tem como entradas o documento original e a chave privada do assinante. Cada assinatura é única para cada documento, assim cada vez que você realizar uma assinatura ela será diferente para cada documento, mas sempre será possível provar que você foi o autor daquela assinatura.

Sim, testemunhas assinam da mesma forma que o signatário, portanto devem possuir certificados digitais. A diferença é que a testemunha tem outra função legal no documento.

Através do Portal de Assinaturas é possível assinar qualquer tipo de documento, basta possuir um certificado digital e-CPF, e-CNPJ e até mesmo um certificado NF-e válidos na ICP Brasil.

Entretanto vale ressaltar que independente do certificado ser PJ, ele sempre estará associado a um PF e no documento será esse PF o signatário.

O Certificado Digital é um documento eletrônico que identifica o titular. Ele pode ser utilizado para gerar assinaturas digitais com validade jurídica equiparável com assinaturas manuscritas. Por isso, não confie a guarda e nem empreste o seu Certificado Digital ou suas senhas a terceiros. É importante mencionar que após a realização da assinatura não há como saber quem autorizou o uso do certificado, mas apenas saber qual certificado foi utilizado para assinar.

Não encontrou o que procurava? Clique aqui para entrar em contato.

Certisign